Confira a programação completa do Festival de Verão de Maceió

Nando Reis, Diogo Nogueira, Paralamas do Sucesso, Milton Nascimento e Frejat foram confirmados

miniatura

Depois de uma longa espera, foi divulgada nesta terça-feira (23), pela Fundação Cultural de Ação Cultural (FMAC), a programação do festival de verão de Maceió, que em 2015 comemora o aniversário de 200 anos da capital alagoana. O evento será realizado com o apoio da iniciativa privada, que vai custear cerca de 90% dos shows previstos para acontecer durante todo o mês de janeiro.

Batizado de “Maceió 200 anos de Verão”, a segunda edição do festival será realizada sempre aos sábados de janeiro, no Estacionamento de Jaraguá. Além das atrações nacionais, também sobem ao palco do evento artistas locais já conhecidos do público alagoano. A previsão é que os shows tenham início às 17h e sejam encerrados às 22h.

Confira a programação completa do evento:

Dia 3 de janeiro – Nando Reis, Millane Hora e Fator 4
Dia 10 de janeiro – Diogo Nogueira, Wilma Araújo e Orquestra de Gafieira Cai Dentro
Dia 17 de janeiro – Frejat, Blues Mascavo, Elisa Lemos e Felipe De Vas
Dia 24 de janeiro – Milton nascimento, Roberta Aureliano e Dydha Lira + Leureni
Dia 31 de janeiro – Paralamas do Sucesso, Desa e Vitor Pirralho

Este ano a Prefeitura estima um público de 150 mil pessoas, com uma média de 30 mil espectadores a cada sábado. “Vamos voltar a reunir a família maceioense, jovens, crianças e adultos para viver o verão de Maceió ao som da nossa cultura e receber convidados especiais que ajudarão a abrilhantar a programação”, diz o presidente da Fundação Municipal de Ação Cultural, Vinicius Palmeira, que comanda a produção do festival.

O evento acontece em 2015 com o apoio da iniciativa privada. Até o momento, são patrocinadores a Brakem, Ambev, Alma Viva, Parque Shopping e Unit. Juntos, eles vão arcar com o valor de R$ 600 mil. De acordo com representantes da Prefeitura de Maceió, outras parcerias estão sendo negociadas, uma delas com a Caixa Econômica Federal (CEF). As novas negociações são referentes ao patrocínio de R$ 300 mil.

Para garantir o acesso do público ao evento, serão disponibilizadas linhas extras de ônibus.

“A população aprova, os turistas aprovam e não tínhamos porque não fazer o festival, a não ser pela crise financeira. Não que o evento seja supérfluo, mas dadas as outras obrigações da prefeitura, tivemos que adotar essa postura. O prefeito lançou a missão para que todos nós captássemos parcerias privadas para desafogar os cofres do município. E por isso demorou tanto a divulgação”, explicou o secretário Municipal de Comunicação, Clayton Santos.

Segundo ele, todos os secretários participaram da captação de recursos. Quanto à mudança de local do evento, o secretário explicou que ela aconteceu por dois motivos: questão de licenças na praia e a redução dos custos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s